Manutenção Predial: O Guia Rápido e Prático Para 2020

Antonio Neves
Escrito por
Antonio Neves
Publicado em
2/5/2020
Atualizado em
20/4/2021
Manutenção Predial: O Guia Rápido e Prático Para 2020

Entre legislações, normas e considerações, os serviços de manutenção predial enfrentam transformações ao longo dos anos. O objetivo é atender de forma cada vez mais responsável às demandas das edificações e seus moradores. Mas será que você sabe o que está incluso nesse processo?

Para promover e assegurar boas condições de segurança e conservação, a manutenção predial deve seguir um planejamento. Nele estão descritas as tarefas e serviços que elevarão a qualidade de vida dos moradores, como pintura, reparos elétricos e hidráulicos.

Nesse exercício, é inevitável que os produtos usados sejam de plena qualidade, evitando reformas constantes e outras dores de cabeça. O sucesso da manutenção predial vai depender diretamente de ter os materiais certos na hora certa. Por isso, neste artigo, além de explicar sobre os tipos de manutenção, daremos as melhores dicas para os melhores produtos. Ficou interessado no assunto? Continue a leitura!

Silicone hidrofugante para fachada base água hidrorrepelente silano siloxano concentrado
BlokSeal CC
Silicone Hidrofugante
CONHEçA AGORA
Infiltração em Fachadas: Um Guia Completo para Manutenção Predial
MATERIAL GRATUITO

Infiltração em Fachadas: Um Guia Completo para Manutenção Predial

baixe grátis

Os tipos de manutenção

Existem diferentes tipos de manutenção predial. A seguir, vamos explicá-los de forma sucinta e exemplificar quais ações devem ser tomadas em cada um deles. Acompanhe!

Manutenção preventiva

Esse tipo de manutenção opera para evitar que os problemas apareçam. Quanto antes ela começar, melhor. No Brasil, existe a cultura básica de resolver os problemas em cima da hora ou quando não houver outra saída. Essa atitude é oposta à prevenção.

Entre alguns serviços presentes no plano de manutenção predial preventiva estão:

  • inspeção das instalações hidráulicas e elétricas;
  • inspeção de equipamentos, sistemas de segurança e áreas comuns;
  • verificação dos elevadores, integridade da cobertura e instalações de gás;
  • limpeza e pintura de fachadas, afim de evitar infiltrações;
  • substituição de selantes em juntas de dilatação;
  • verificação da integridade do revestimento da fachada.

Manutenção corretiva

A manutenção corretiva ocorre logo depois que o problema surge. Ágil e funcional, ela segue a ideia de ter o efeito mais próximo possível ao da manutenção preventiva. Isso porque um problema identificado rapidamente pode ser revertido com uma ação sem demora.

Entre alguns serviços presentes no plano de manutenção predial corretiva estão:

Manutenção preditiva

A manutenção predial preditiva engloba característica das duas anteriores. Ela toma como base o acompanhamento periódico para a gestão de dados que analisa o estado dos equipamentos e instalações.

Assim, por meio da análise da condição operacional, ela se apresenta como uma manutenção menos custosa do que a preventiva. Por sua vez, essas análises são feitas com câmeras termográficas, testes de análise de vibração e técnicas de ultrassom.

Qual a importância da manutenção predial?

As manutenções preventivas, correticas e preditivas englobam as três formas em que a manutenção predial pode e deve ser feita. Mas, qual é a importância da manutenção predial e por que você deve se preocupar com ela?

Se você é um síndico profissional ou síndico, essa acaba sendo a sua obrigação. A manutenção predial além de garantir um ambiente bonito para os moradores, também garante um prédio e apartamentos em que a segurança dos moradores está sendo cuidada.

Se você é morador, saiba, fora seu apartamento estar em boas condições, o prédio em que você está precisa estar com a manutenção em dia, para que nem você e nem seus vizinhos possam ser afetados por conta de uma eventual infiltração, água contaminada ou fachada com revestimento desplacando. Saiba que isso, no final, também acaba impactando na valorização ou desvalorização do seu imóvel.

Os principais serviços prestados durante a manutenção predial

Como vimos, a manutenção predial pode abarcar diversos tipos de serviços. A seguir, vamos falar sobre os principais. Vamos lá?

Inspeção predial

A inspeção predial é uma responsabilidade que deve ser feita todos os anos para garantir o funcionamento do prédio com excelência. O ato de inspecionar comprova o grau de cumprimento do plano de manutenção, além de prevenir surpresas.

Para tal, é importante estar por dentro da Lei de Inspeção Predial. Ela varia de estado para estado com exigências que precisam ser levadas à risca.

Síndicos, zeladores e gestores devem compreender as vantagens dessa prática, colaborando positivamente para a qualidade de vida de todos. Cientes de suas responsabilidades e de como elas podem beneficiá-los, eles poderão checar o estado geral da edificação e seus sistemas, incluindo os aspectos de desempenho, vida útil, funcionalidade, estado de conservação, manutenção e segurança.

Dedetização

A rotina saudável dos prédios depende do controle de pragas. É importante que a dedetização faça parte do plano de manutenção, livrando o ambiente de problemáticas. Na maioria dos casos, esse controle pode ser feito semestralmente. No entanto, cada prédio tem suas particularidades, como o tamanho da área comum, extensão da área verde e histórico de casos de pragas.

Limpeza de caixas d'água

De nada adianta inpeções prediais periódicas para assegurar que o funcionamento como um todo do prédio está em dia, se a qualidade da água fornecida aos moradores não está dentro dos padrões mínimos de qualidade para o consumo. Por isso, é muito importante assegurar que a limpeza das caixas d'água sejam feitas periodicamente.

Manutenção de fachada

A fachada do condomínio é a primeira a ser olhada, portanto, tem alto nível de importância. A limpeza da fachada é ponto de destaque na manutenção predial e deve ser levada de modo regular. Nesse caso, é importante ouvir as sugestões dos moradores, caso se aplique.

A limpeza e manutenção da fachada são regulamentadas por leis municipais. Para além da higienização, deve-se verificar se o material de revestimento precisa de reparo.

Fora a manutenção da fachada ser essencial para evitar manifestações patológicas, ela tem grande importância na valorizações dos imóveis ali dentro. Afinal, ninguém quer morar em um prédio que parece estar abandonado. Não é mesmo?

Os materiais que não podem faltar

Para que todo esse processo seja levado de forma eficiente, é preciso escolher os materiais certos. Sem a qualidade dos produtos, fica impossível garantir que o procedimento de manutenção terá um efeito positivo. Em alguns casos, a falta de preocupação com os produtos pode representar prejuízos financeiros e riscos para a saúde e segurança de moradores ou usuários.

Vale ressaltar que os órgãos fiscalizadores prestam cada vez mais atenção nos movimentos de construção, com exigências cada vez mais rigorosas. Portanto, vamos falar um pouco sobre os principais produtos para diferentes ocasiões.

1. Argamassas Colantes

A argamassa colante é utilizada para assentar cerâmicas, pedras como mármores e granitos, bem como porcelanato. Sua composição comum inclui cimento, areia e aditivos. Produtos de melhor qualidade costumam receber aditivos químicos em maior quantidade para potencializar a aderência e a capacidade de retenção líquida.

2. Cimento

Um dos elementos mais populares da construção civil, o cimento é um produto utilizado na maioria das etapas de uma obra. Por ser fundamental, é preciso que esse material tenha ótima qualidade.

De todos os tipos de cimento que existem, o Portland é o mais utilizado nas obras devido às suas características de composição.

3. Selantes

Um selante serve para selar aberturas e juntas entre substratos. Ele é usado para impedir que substâncias como a água ou o ar entrem ou saiam pela estrutura, seguindo a movimentação natural dos substratos.

4. Impermeabilizantes

Os impermeabilizantes são itens fundamentais em casos de infiltrações. Todas as vezes que for notificada a existência de um vazamento, ele deverá ser diagnosticado com visão profissional e combatido com o uso de um bom impermeabilizante. Produtos de baixa qualidade ou utilizados erroneamente podem fazer com que a infiltração não seja resolvida, aumentando as consequências.

Se quiser saber mais sobre impermeabilizações em apartamentos, confira esse material que preparamos sobre o assunto.

5. Silicones Hidrofugantes

Os hidrofugantes atuam como uma camada de proteção em fachadas prediais. São silicones desenvolvidos para proteger as superfícies que recebem o impacto constante de água. Recomenda-se seu uso em revestimento de fachadas, tijolo à vista, concreto aparente, cerâmica não esmaltada, concretos e telhas.

6. Adesivos

Os adesivos atuam na redução de fissuras e aumento da resistência de materiais, como a argamassa e o chapisco. Eles são feitos por meio de resinas sintéticas de alto desempenho, mescladas ao cimento e areia ou gesso.

Manutenção predial da forma correta

Um plano de manutenção predial é sinônimo de economia. Nesse caso, o investimento certo poderá assegurar a saúde dos envolvidos e a alta performance, segurança e produtividade nos processos de reparos.

Gostou deste artigo? Então aproveite para assinar nossa newsletter e ficar por dentro dos melhores lançamentos do mercado.

Entre para o time dos
melhores profissionais
da indústria da contrução civil
e mantenha-se sempre
informado sobre os maiores
avanços da sua profissão.