Como Impermeabilizar Concreto: Confira o Nosso Guia Atualizado 2020!

Antonio Neves
Escrito por
Antonio Neves
Publicado em
29/3/2020
Atualizado em
20/4/2021
Como Impermeabilizar Concreto: Confira o Nosso Guia Atualizado 2020!

Você sabe como impermeabilizar concreto com a máxima eficiência e durabilidade? Se não, essa medida é imprescindível para o sucesso da sua construção. Esse material é utilizado em diversas estruturas — muitas das quais recebem o contato com lâminas de água que causam diversos problemas relacionados à umidade, como infiltrações, eflorescências, fissuras, trincas, entre outros.

Apesar de macroscopicamente ele parecer impermeável, na verdade apresenta poros que podem não estar visíveis a olho nu. Então, é imprescindível que o concreto receba o tratamento adequado para evitar manifestações patológicas que comprometam tanto a estética quanto a segurança e a estabilidade dos edifícios. Aqui, vamos falar praticamente tudo o que você precisa saber. Acompanhe!

Silicone hidrofugante para fachada base água hidrorrepelente silano siloxano concentrado
BlokSeal CC
Silicone Hidrofugante
CONHEçA AGORA
Eflorescência: Saiba Tudo Sobre Essa Patologia
MATERIAL GRATUITO

Eflorescência: Saiba Tudo Sobre Essa Patologia

baixe grátis

Passo 1: entenda como impermeabilizar concreto de diferentes superfícies

A NBR 15.575 da ABNT estabelece as principais regras em relação à impermeabilização das superfícies. Ela as divide em três categorias:

  • molhadas — são aquelas que estão sujeitas à formação de uma lâmina de água sobre a área, seja por causa da natureza do uso, seja pela exposição. No primeiro caso, temos os banheiros, lava-jatos, entre outros exemplos. No segundo, podemos citar as lajes. Com isso, apresentam infiltrações mais frequentes e precisam receber um sistema de impermeabilização bem eficiente;
  • molháveis — aqui, temos aquelas regiões que se expõem a lâminas de água por poucos minutos em operações de limpeza ou que recebem apenas respingos. A NBR não exige uma medida de impermeabilização. No entanto, para melhorar a qualidade da construção, ela pode ser um diferencial;
  • secas — elas recebem uma exposição mínima à umidade. Para a limpeza, são utilizados panos úmidos.

Passo 2: conheça os diferentes tipos de impermeabilização

Há três tipos de impermeabilização de acordo com a capacidade de se adaptar à movimentação da estrutura.

Rígidos

Eles apresentam nenhuma ou pouquíssima flexibilidade. Geralmente são aditivos adicionados ao concreto e às argamassas. Então, se as estruturas se movimentarem, podem surgir trincas e fissuras. Por isso, precisam ser usados em regiões que não estão submetidas à dilatação térmica significativa, vibrações constantes, entre outros estresses mecânicos.

Flexíveis

Apresentam como principal característica a elasticidade, isto é, a capacidade de se conformar às variações da superfície de aplicação. Desse modo, podem ser empregados em áreas sujeitas à movimentação, principalmente a dilatação térmica, como as lajes. Caso elas apresentem qualquer fissura, o impermeabilizante vai se adaptar a ela e continuar protegendo contra a umidade. Costumam ser aplicadas como uma camada sobre a superfície de concreto na forma de mantas ou membranas;

Semiflexíveis

São aditivos que permitem uma maior flexibilidade ao concreto, mas ainda não podem ser utilizados em regiões que expostas ao estresse mecânico.

Passo 3: planeje a impermeabilização de acordo com as características da superfície

Então, depois de entender essas informações, você pode planejar seu projeto de impermeabilização de forma eficiente. Depois de classificar todas as áreas como molhadas, molháveis e secas, veja a necessidade de cada uma delas em relação ao tipo de impermeabilizante.

A partir disso, faça uma pesquisa sobre os diferentes sistemas que podem ser utilizados em cada caso. Veja as vantagens e desvantagens de cada um deles. A seguir, vamos apresentar os principais sistemas.

Mantas

São aplicadas sobre as superfícies do concreto para evitar a entrada de água. Portanto, enquadram-se como um tipo flexível de impermeabilização. São altamente elásticas e se adaptam bem às fissuras e trincas.

Devem ser aplicadas a quente, o que pode ser um empecilho na hora da instalação. Uma estratégia para contornar esse problema é utilizar uma emulsão asfáltica como ponte de aderência.

A principal manta do mercado é a asfáltica, mas ela não apresenta uma boa resistência mecânica quando aplicada individualmente. Desse modo, é preciso utilizar uma cobertura de proteção, desde que a mesma não fique exposta aos raio UV do Sol, fator que poderá causar sua degradação e comprometer a impermeabilização.

Membranas

São um tipo de impermeabilizante flexível que pode ser aplicado a frio com pincéis e rolos. Atualmente, os materiais mais utilizados nesse caso são os polímeros acrílicos. Por isso, popularizaram-se pela facilidade de aplicação. As resinas se conformam à superfície e forma uma camada que preenche e protege os poros do concreto.

Hidrofugantes

Os hidrofugantes são amplamente utilizados em aplicações de concreto quando há a necessidade da repelência de água, sem mudar o aspecto visual do material, como a cor ou o brilho. Os hidrofugantes aumentam a tensão superficial da estrutura e evitam a fixação de respingos de água. Com isso, formam superfícies impermeáveis. Pode se apresentar como um tipo rígido.\

Além disso, os hidrofugantes podem ser utilizados tanto em superfícies verticais, como paredes pré-fabricadas de galpões industriais e blocos de concreto aparente, quanto em pisos cimentícios.

Plastificantes e superplastificantes

São aditivos ideais para melhorar a trabalhabilidade do concreto para aplicações mecanizadas. Por esse motivo, têm sido muito utilizados na indústria dos pré-moldados e pré-fabricados.

No segundo caso, além dos benefícios anteriores, podem também diminuir a fissuração das argamassas e auxiliar na retenção de água e na cura do cimento durante a execução da obra.

Passo 4: escolha bons produtos em fornecedores de qualidade

Você pode ter feito as escolhas corretas acima. Ainda assim, se o impermeabilizante não tiver uma boa qualidade, a sua estratégia será malsucedida. Desse modo, você precisa escolher um fornecedor que utiliza matérias-primas modernas e que está de olho nas principais tendências do mercado. Assim, ele trará os produtos mais eficientes.

Nesse sentido, a Blok pode ser uma parceira incrível. Apresentamos uma ampla linha com linhas para todos os tipos de impermeabilização: a rígida, a semiflexível e a flexível para áreas molhadas e molháveis.

Por exemplo, o silicone hidrofugante para concreto, o BlokSeal CC, é um hidrofugante à base de silano siloxano, invisível que pode ser aplicada sobre a superfície de concreto. A aplicação é muito prática, podendo ser feita com pincéis, rolos ou pulverizadores.

Passo 5: adquira os equipamentos de aplicação

No caso dos impermeabilizantes flexíveis e semiflexíveis a frio, geralmente os materiais para instalação são bem simples. É possível utilizar os rolos e os pincéis que compramos nas lojas de construção.

Se utilizar uma manta a quente, a aplicação demandará equipamentos especiais. Por esse motivo, a não ser que você utilize a máquina com frequência, é melhor contratar uma empresa terceirizada para o serviço.

Os aditivos podem vir misturados ao cimento desde a fábrica ou ser colocados durante a mistura. Nessa situação, você precisa fazer uma dosimetria correta de acordo com todas as recomendações do fabricante.

Agora que você já sabe como impermeabilizar concreto, terá muito sucesso no seu projeto. Afinal, para fazer a escolha certa é sempre importante dominar os conceitos que estão nos anúncios e nos rótulos dos produtos.

Confira os diversos tipos de impermeabilizantes que a Blok apresenta para sua obra. Ficou com alguma dúvida ou se interessou em relação a algum deles? Então, entre em contato com nossos consultores!

Bônus: Qual o melhor impermeabilizante para concreto?

No final do dia, depois de todas essas informações, você deve estar se perguntando qual o melhor impermeabilizante para concreto que você deverá utilizar.

Essa resposta sempre dependerá do local da aplicação e do tipo de revestimento e acabamanto que você desejará ter após impermeabilizado.

Para te ajudar a decidir melhor sobre o melhor impermeabilizante para a estrutura de concreto da sua obra, nós separamos essa matéria para que você conheça a diferença entre um verniz acrílico e um silicone hidrofugante.

Com as informações que disponibilizamos nele, você conseguirá decidir o melhor produto para a fase de acabamento da sua obra.

Entre para o time dos
melhores profissionais
da indústria da contrução civil
e mantenha-se sempre
informado sobre os maiores
avanços da sua profissão.