Você sabe como detectar infiltração e resolver?

Antonio Neves
Escrito por
Antonio Neves
Publicado em
19/4/2020
Atualizado em
20/4/2021
Você sabe como detectar infiltração e resolver?

Saber como detectar infiltração exige muito mais preparo do que se imagina. Afinal, não é sempre que conseguimos perceber que uma superfície apresenta tal problema — e quanto mais demoramos para notá-lo, mais grave ele pode se tornar.

Mais do que saber como detectar a infiltração, é preciso saber como solucioná-la. Por isso, neste artigo, compartilharemos dicas para que você desenvolva um olhar atento e preparado para identificar essa condição e saná-la!

Silicone hidrofugante para fachada base água hidrorrepelente silano siloxano concentrado
BlokSeal CC
Silicone Hidrofugante
CONHEçA AGORA
Infiltração em Fachadas: Um Guia Completo para Manutenção Predial
MATERIAL GRATUITO

Infiltração em Fachadas: Um Guia Completo para Manutenção Predial

baixe grátis

Qual é a importância de detectar as infiltrações?

As infiltrações em construções podem ser um verdadeiro pesadelo para qualquer pessoa inexperiente, pois caso ela não seja diagnosticada corretamente, poderá retornar algum tempo depois.

Dentre as consequências práticas, estão as fissuras e goteiras, o apodrecimento da tinta e do reboco da laje interna, e o acúmulo de mofo no teto.

Além de consequências ainda mais graves como, corrosão das armaduras das estruturas de concreto, dilatação do concreto e desplacamento de revestimentos em fachadas. Tudo isso prejudica a vida de quem circula pela edificação, além de desvalorizar o imóvel.

Como detectar uma infiltração?

As infiltrações podem aparecer em diversos tipos de estrutura, porém, focaremos a nossa abordagem nas áreas mais comuns. Confira!

Infiltração na laje

Não é tão difícil de perceber quando um teto apresenta infiltração — o mais complicado é identificar o local preciso da rachadura ou o motivo.

Uma laje vulnerável à passagem da água costuma apresentar manchas escuras. Além disso, o mofo também pode aparecer para indicar que está mais do que na hora de resolver o problema.

Outro sinal está no desplacamento da tinta ou massa corrida, apesar de não ser um dos primeiros sinais. Quando a tinta começa a soltar, é porque o problema chegou em um estágio grave. Da mesma forma, as goteiras também indicam um nível avançado, já que a estrutura provavelmente pode estar comprometida.

Infiltração em paredes

A infiltração nas paredes é notável de um dia para o outro. Ela costuma se apresentar como uma pequena mancha, que pode surgir independentemente de a parede estar exposta à chuva ou de ter ligações de água por perto.

Uma outra forma de identificar esse problema é notar a presença de bolhas na pintura. Na grande maioria dos casos, elas indicam que há infiltração de água da chuva nas paredes externas, ou também, vinda de uma umidade ascendente da fundação, que pode ter sido provocada por uma falha na impermeabilização do baldrame.

Manchas acinzentadas ou pretas também indicam umidade. Uma pintura nova disfarçará a falha por um tempo limitado. Se elas surgirem na parte superior, pode ser uma indicação de infiltração na laje.

A infiltração nas paredes não pode ser negligenciada, pois, além de o bolor que surge na superfície ser prejudicial à saúde, uma parede não impermeabilizada depois da infiltração pode se deteriorada.

Infiltração em pisos e chãos

Existe uma série de fatores que podem prejudicar os pisos e chãos. A umidade do solo pode gerar diversos problemas, sendo o refluxo em ralos e os vazamentos em tubulações os piores.

Os sintomas mais frequentes da infiltração em pisos aparecem nos andares inferiores, como em estacionamentos com subsolos e áreas abertas em condomínios. Nesses casos, o problema está na laje.

O tráfego intenso de veículos pesados coloca o sistema de impermeabilização das lajes da garagem e dos pisos de estacionamentos em cheque. Para proteger a estrutura da infiltração, a superfície deve ser impermeabilizada o mais rápido possível.

Há também um tipo de infiltração conhecido como capilaridade. Ele aparece na forma de rodapés manchados ou soltos, e é mais comum em casas ou apartamentos térreos.

Como corrigir esse problema?

Uma vez que você notou os sinais de infiltração e detectou a sua origem, é hora de investir em sua solução. Se a fonte do vazamento não for corrigida, o problema vai voltar — independentemente da boa impermeabilização.

É importante ressaltar que a aplicação de um impermeabilizante é a melhor forma de resolver as infiltrações na laje. Se a edificação for muito antiga e defeituosa, será preciso contar com um reparo estrutural. Nesse caso, o recomendado é refazer a laje aplicando o impermeabilizante.

Se o problema estiver em uma área pequena, a aplicação do produto certo é o suficiente. No entanto, a ação vai depender do sistema de impermeabilização defeituoso: alguns aceitam reparos pontuais, porém apenas um profissional capacitado saberá diagnosticar o problema.

Em casas com telhado, a infiltração no teto é resultado de alguma telha mal encaixada. Caso todas estejam bem posicionadas, o problema poderá estar nos canos ou na caixa d'água e deverá ser resolvido com uma boa vedação.

Para as paredes problemáticas, a melhor forma de dar fim à infiltração é aplicar produtos específicos — como silicones e adesivos plásticos ou à base de poliuretano. Eles são ideais para cobrir frestas aparentes e rachaduras.

Já no caso daquelas paredes que infiltram do lado externo para o interno, será preciso raspar o bolor e a umidade antes de aplicar os produtos para impermeabilização.

Em pisos, o tratamento é mais complicado. O piso e o contrapiso devem ser removidos para que o sistema de impermeabilização possa ser consertado.

Como prevenir que elas ocorram?

Como vimos, prevenir ainda é a melhor solução. Afinal, se as infiltrações podem ser evitadas antes de algum sinal de seu surgimento, por que não atuar nessa frente?

Durante a construção, verifique o projeto à procura dos principais causadores de infiltrações. Depois de identificar os agentes, tome as providências o mais breve possível.

O uso de impermeabilizantes é fundamental no combate preventivo, e o mercado oferece diversas soluções para cada ambiente. Nas etapas de construção, não deixe de usar um produto próprio nos alicerces estruturais, para evitar que as infiltrações subam para as paredes ou pisos.

Faça questão de trabalhar com profissionais competentes, pois o preparo e a experiência deles pode garantir que o trabalho não apresente problemas futuros. Utilizar procedimentos e materiais adequados também é uma forma simples de prevenção, que pode resolver a maioria dos problemas.

Use bons silicones nas áreas externas das janelas e tome cuidado durante a instalação de móveis nas paredes. Descuidos nesse processo poderão resultar em perfurações em algum cano, trazendo problemas.

Tudo pronto para manter a excelência do seu trabalho, impedindo qualquer vazamento? Esperamos que este artigo tenha ajudado você a saber não apenas como detectar infiltração, mas também como agir de modo corretivo e preventivo.

Se você gostou das nossas dicas, curta a nossa página no Facebook e tenha acesso a outros conteúdos muito interessantes!

Entre para o time dos
melhores profissionais
da indústria da contrução civil
e mantenha-se sempre
informado sobre os maiores
avanços da sua profissão.