Aprenda como fazer calçadas de concreto

Antonio Neves
Escrito por
Antonio Neves
Publicado em
24/2/2021
Atualizado em
20/4/2021
Aprenda como fazer calçadas de concreto

Para quem tem um negócio de fabricação de artefatos de revestimento de concreto, pode ser uma boa ideia expandir seu portfólio de serviços também aprendendo como fazer calçadas de concreto.

Afinal, atualmente há muitas pessoas instalando novas calçadas ou atualizando antigas e o concreto tem sido um material de destaque nesse movimento, especialmente por agregar mais segurança e durabilidade, facilitar a acessibilidade e ter um apelo estético único.

As calçadas são elementos fundamentais para a mobilidade urbana. Assim, construir uma calçada demanda conhecimento, atenção e responsabilidade. Qualquer tipo de desnível, por exemplo, oferecerá riscos. Por isso, é crucial levar em conta as melhores práticas para evitar esses problemas. Uma calçada bem construída poderá fornecer aos pedestres um caminho seguro a seguir por muitas décadas.

No entanto, a chave para uma calçada de concreto de longa duração está na construção inicial. Se o responsável utiliza materiais de baixa qualidade, projeta o elemento incorretamente ou deixa de seguir as técnicas de construção adequadas, a calçada poderá apresentar falhas em poucos anos.

De fato, práticas de construção inadequadas, como a mistura incorreta de cimento ou a falha na cura adequada, podem levar ao desenvolvimento de problemas estruturais prematuros.

estimativas de que a vida útil média de calçadas de concreto seja de 20 a 40 anos, mas a falha pode ocorrer já no primeiro ano após construção. Muitos dos problemas são resultantes da falta de atenção aos detalhes durante as etapas de projeto e construção.

Para evitar esses cenários, continue a leitura e veja dicas de como fazer calçadas de concreto. Acompanhe a seguir.

hidrofugante para pisos porosos
BlokSeal Pisos
Hidrofugante para Pisos Porosos
CONHEçA AGORA
Eflorescência: Saiba Tudo Sobre Essa Patologia
MATERIAL GRATUITO

Eflorescência: Saiba Tudo Sobre Essa Patologia

baixe grátis

Como fazer calçadas de concreto: os passos básicos

Para a execução desse tipo de projeto, as etapas fundamentais são:

  1. Fazer o correto nivelamento e a compactação do solo;
  2. Inserir uma malha de aço que irá fazer a distribuição de cargas;
  3. Executar a concretagem de em torno de 5 cm de espessura ou, nas entradas de residências, com aproximadamente 7 cm de altura.

Dicas de como fazer calçadas de concreto e se destacar neste tipo de serviço

Naturalmente, para aprender como fazer calçadas de concreto, é preciso ir além desses passos básicos.

Assim, entre as melhores práticas para a prestação desse tipo de serviço, estão:

1. Avaliar o tipo de solo local

Para fazer um bom trabalho, é importante avaliar o tipo de solo no qual a calçada será construída. Solos diferentes reagem de maneira diferente às flutuações de umidade e temperatura, afetando suas propriedades de suporte de carga e estabilidade.

Com base nessa averiguação, planeja-se a compactação do solo uniformemente para criar um subleito nivelado que reduza as chances de sedimentação diferencial do concreto, bem como as possibilidades de surgirem rachaduras.

2. Avaliar as árvores do entorno

As raízes das árvores podem causar grandes danos às calçadas. As raízes que crescem sob o pavimento podem levantar o concreto, criando uma calçada irregular e insegura.

Portanto, avalie esse tipo de ocorrência e oriente seu cliente a plantar árvores a uma distância igual a pelo menos duas vezes a largura da borda da calçada.

3. Seguir a lei local e normativas

Em especial no caso de calçadas públicas, é necessário seguir orientações e regras da prefeitura do município. Em projetos particulares, pode haver também normas do condomínio, por exemplo.

Essas podem abranger especificações como altura, rebaixamento, revestimento, entre outras questões envolvendo acessibilidade, segurança e aparência da calçada.

Além disso, para saber como fazer calçadas de concreto, deve-se conhecer as normas brasileiras aplicáveis a esse tipo de trabalho. Na ABNT NBR 9050, por exemplo, há a prescrição de inclinação de 2% no sentido transversal para facilitar o escoamento de água.

4. Atentar para a superfície da calçada

A superfície desses elementos precisa ser regular, contínua, firme e sem alterações súbitas de inclinação que possam oferecer dificuldade de locomoção às pessoas.

5. Fazer um cuidadoso trabalho com as camadas

Para aprender como fazer calçadas de concreto, também é importante estar atento à execução de suas camadas. Esses elementos comumente são realizados com duas camadas de concreto, com espessura que varia entre 8 e 12 centímetros, sendo que a segunda camada geralmente demanda o uso de concreto mais resistente.

Também deve-se considerar que, em locais nos quais haverá apenas circulação de pessoas, é possível utilizar uma espessura mais fina de camada do que nas calçadas para o tráfego de veículos - e, quando esses forem mais pesados, a recomendação é inserir malhas de aço para elevar a resistência final da calçada.

6. Obedeça às regras de acessibilidade

Antes de construir a calçada, também é importante se inteirar sobre as leis, normas e recomendações a respeito de acessibilidade - especialmente o Decreto Federal 5396 e a ABNT NBR 9050.

Esta traz a regra das três faixas, indicando que a primeira deve servir para acesso móvel, a do meio para livre circulação e, por fim, a terceira, para serviços (como lixeiras e outros equipamentos).

7. Leve em consideração o escoamento ou permeabilidade

Outro ponto essencial de como fazer calçadas é considerar que projetos com escoamento ou permeabilidade deficitário favorecem situações como enchentes, deixando a água acumular na calçada.

Há revestimentos que ajudam a drenar a água e concreto impermeável (obtido com o uso de hidrofugantes) entre outras soluções que podem ser aplicadas em seus projetos.

8. Utilize concreto adequado e de qualidade

As especificações do concreto recomendado para cada projeto variam conforme questões como dimensões da calçada, sua futura taxa de tráfego e de carga, entre outras.

Ainda, no longo prazo, o desempenho das calçadas é determinado pela qualidade dos materiais e métodos de construção, sendo que a qualidade do concreto afeta principalmente os 6 mm superiores (a superfície de desgaste) de uma calçada.

9. Pense no projeto de forma integrada

Para tornar-se um especialista em como fazer calçadas de concreto, também é indicado pensar no projeto em todas as suas nuances, incluindo, análise de tráfego futuro, iluminação e mobiliários urbanos, segurança, entre outros aspectos.

Com isso, você conseguirá desenvolver soluções realmente eficientes e alinhadas às necessidades específicas de cada projeto, construindo calçadas funcionais, com boa estética e duradouras.

10. Faça uso de um bom hidrofugante

O hidrofugante representa a última camada de proteção que não apenas prolongará a vida útil da calçada como também aumentará sua beleza e tornará o concreto mais fácil de limpar e manter.

Os produtos hidrofugantes formam uma camada protetora na superfície do concreto que impedirá a entrada de água, cloretos e produtos nocivos.

Como fazer calçadas de concreto personalizadas?

Embora o concreto cinza liso ainda seja a superfície mais instalada, como visto na maioria das calçadas de concreto, existem inúmeras alternativas personalizáveis e de diferentes apelos decorativos. Essas opções têm sido procuradas especialmente por lojas de varejo, restaurantes, escritórios e outros estabelecimentos comerciais e projetos modernos de paisagismo.

Graças à versatilidade do concreto e às muitas técnicas decorativas disponíveis hoje para adicionar cores e padrões, as possibilidades para tornar a calçada de concreto única são amplas e podem representar um diferencial para seu negócio.

Padrões estampados, gravações em concreto, acabamentos agregados expostos, concreto colorido, padrões serrados ou ranhurados são apenas algumas das maneiras de aprimorar o design da calçada e, inclusive, ajudar a guiar os pedestres de forma mais segura.

O concreto estampado, por exemplo, se tornou um tratamento de superfície decorativa popular para calçadas de concreto. E por um bom motivo: suas opções de padrão são quase ilimitadas, variando de materiais tradicionais como tijolo ou ardósia, a padrões especializados, como tábuas de madeira e motivos botânicos ou de vida selvagem inspirados na natureza.

Você também pode misturar concreto estampado com outros tratamentos de concreto decorativo, como acabamentos de agregados expostos e coloração química.

As calçadas costumam incorporar esse acabamento colorido semelhante a seixo, não apenas por sua beleza, mas também por proporcionar uma superfície altamente antiderrapante.

E então, gostou dessas dicas de como fazer calçadas de concreto? Para saber mais sobre essa oportunidade, continue acompanhando nosso blog.

Entre para o time dos
melhores profissionais
da indústria da contrução civil
e mantenha-se sempre
informado sobre os maiores
avanços da sua profissão.