O que são pisos monolíticos?

Antonio Neves
Escrito por
Antonio Neves
Publicado em
2/3/2021
Atualizado em
20/4/2021
O que são pisos monolíticos?

Os pisos monolíticos são cada vez mais procurados no mercado por apresentarem inúmeros diferenciais distintivos. Para entendermos o que é o piso monolítico, vamos começar pela sua etimologia: a palavra “monolítico” refere-se ao significado de uma obra construída em uma única pedra.

E é exatamente por isso que os pisos monolíticos são denominados assim, por sua principal característica ser sem rejuntes e sem emendas. Uma superfície única.

Os pisos monolíticos são encontrados facilmente em locais como hospitais, indústrias alimentícias e centros comerciais. O principal interesse desses estabelecimentos é a busca pela resistência, facilidade de manutenção e praticidade para a limpeza, somados a uma boa qualidade estética associada a esses pisos.

No entanto, essa tendência tem se ampliado nos últimos anos, e os pisos monolíticos passaram a ser escolha visada também pelos proprietários de residências.

Os motivos pelos quais os pisos monolíticos têm se tornado opções cada vez mais presentes nos mais variados locais também passam pelo fato de que esse tipo de piso transmite a sensação amplitude, higiene e praticidade, combinando com diversos estilos - do rústico ao industrial ou moderno.

Por tudo isso, trabalhar com pisos monolíticos pode representar uma oportunidade a ser considerada por quem já fabrica outros artefatos de concreto. Para compreender mais sobre essa possibilidade, continue a leitura do artigo de hoje.

hidrofugante para pisos porosos
BlokSeal Pisos
Hidrofugante para Pisos Porosos
CONHEçA AGORA
[Livro Gratuito] Impermeabilização Por Pressão Negativa e Positiva
MATERIAL GRATUITO

[Livro Gratuito] Impermeabilização Por Pressão Negativa e Positiva

baixe grátis

Saiba mais o que são os pisos monolíticos

Monolítico significa que algo que é ininterrupto, composto por uma peça e, portanto, não fragmentado.

Assim, o piso monolítico, diferentemente de um piso de cerâmica, por exemplo, que é constituído de muitas peças com argamassa no meio de cada ladrilho adjacente, não terá juntas e emendas, será contínuo e inteiro.

Ele comumente tem uma base de cimento que é revestida de diferentes formas, conforme os objetivos do projeto.

Esse diferencial ajuda a agregar aos ambientes não apenas valorização estética, como também funcional. Por isso, os pisos monolíticos têm sido cada vez mais utilizados em projetos por todo o mundo, se fortificando como uma tendência também no Brasil, alcançando novos mercados, como o de projetos residenciais.

Quais são os tipos de pisos monolíticos?

Os pisos monolíticos podem ser de diferentes tipos, produzidos a partir de variados materiais, revestimentos e técnicas. Há, por exemplo:

  • Pisos argamassados: que podem ser feitos em diferentes cores, com a diversidade de acabamento acetinado ou brilhante, em textura lisa ou antiderrapante;
  • Multicamada (multilayer): esse tipo de piso monolítico é ideal para locais que possuam média concentração de movimentação, como estacionamentos. Por apresentar várias camadas, é altamente resistente;
  • Autonivelante: pode ser usado tanto para residências quanto para centros comerciais. Tem boa estética e sua aparência é lisa e uniforme;
  • Piso de concreto armado monolítico: é um piso feito diretamente no canteiro de obras;
  • Piso de cimento queimado: o cimento queimado é uma tendência decorativa em alta e que pode ser aplicado no piso monolítico, especialmente em projetos de estilo mais industrial;
  • Piso monolítico de cimento polimérico: na mistura característica do cimento queimado é incluído um polímero para mais elasticidade à massa e incremento em resistência;
  • Piso monolítico granilite: produzido com uma mistura de cimento, areia e água e com a adição de pedras (como granito, mármore e outras), possibilita a criação de texturas e cores variadas para o piso.

Principais diferenciais dos pisos monolíticos

Ambientes amplos, integrados, estética original, fácil limpeza e sensação de modernidade. Essas são apenas algumas das vantagens e associações feitas com os pisos monolíticos. Ainda, por terem uma aparência uniforme, trazem harmonia e valorização ao local.

Com a vantagem de serem lisos e sem emendas, são muito recomendados para aqueles locais que exigem níveis elevados de higiene - como hospitais e indústrias alimentícias.

Para as indústrias, o material é resistente contra tráfego de veículos grandes e pesados, choques e abrasão. Os pisos monolíticos podem não precisar de manutenção por longo tempo, evitando custos extras ao cliente.

Em locais como salões de beleza, também é possível encontrar pisos monolíticos pelo seu visual contemporâneo, além da praticidade para fazer a higiene local.

Mas os pisos monolíticos não agradam apenas locais comerciais, industriais e empresariais. As residências têm dado cada vez mais espaço para essa tendência, já que, visualmente, os pisos monolíticos são refinados e modernos. Outra vantagem de se ter em casas os pisos monolíticos é o fato de não serem considerados pisos frios, o que os tornam interessante para aplicação em áreas úmidas.

Ainda, o piso monolítico combina com uma tendência cada vez mais em alta: a dos ambientes abertos (open spaces), que são caracterizados pela integração fluida. Em residências, ele é visto especialmente na união entre cozinha, sala de estar e sala de jantar como um grande, bem iluminado e integrado ambiente, efeito que o piso monolítico ajuda a criar e a evidenciar por ser contínuo.

Com isso, podemos resumir os diferenciais, que podem fundamentar sua argumentação de vendas, em fatores como:

  • Durabilidade e longa vida útil;
  • Versatilidade de aplicações;
  • Seguro para sua saúde (o piso monolítico de concreto não libera nenhuma substância nociva no ar ao ser utilizado);
  • De forma geral, resistência a choques mecânicos;
  • Estética da superfície, sem fendas ou fissuras;
  • Efeito de amplitude, muito desejado especialmente em empreendimentos mais compactos;
  • Versatilidade e grande potencial de personalização do revestimento e acabamento;
  • Diversidade de revestimentos possíveis sobre a base de concreto;
  • Rapidez na aplicação;
  • Facilidade na manutenção e limpeza;
  • Resistência a álcalis, ácidos, graxas, óleos, sais e outros elementos de potencial agressivo;
  • Atendimento a altos pré-requisitos de assepsia e higiene (sem a presença de emendas e rejuntes, minimizam-se os espaços para fungos e bactérias se multiplicarem ou saliências onde umidade e contaminantes poderiam se alojar).

Dicas para trabalhar com projetos de pisos monolíticos

Primeiramente, é importante abordar uma série de questões na fase de planejamento do projeto junto ao cliente. Por exemplo: qual será a severidade de uso, o tipo e a natureza do tráfego na área, cargas esperadas, se haverá uso de produtos químicos agressivos, cumprimento de normas de higiene específicas, etc.

Isso permitirá a criação de um projeto que leve em consideração todos os requisitos que o piso deverá atender para manter os atributos esperados pelos próximos anos.

Uma vez que esses parâmetros tenham sido definidos e acordados, será possível elaborar uma proposta específica, cujas especificações e projeto serão otimizados para o uso proposto, de modo que o cliente realmente fique satisfeito no longo prazo e continue indicando o seu trabalho.

Lembre-se: o projeto deve levar em consideração também o correto dimensionamento das cargas previstas em termos de terreno ou piso de carga, pois, se não o fizer, a cobertura e obra podem ficar comprometidas, independentemente de quão bem sejam realizadas, isso pode afetar o resultado final.

Por exemplo: um piso de concreto monolítico ou pré-fabricado, um piso de resina ou cerâmica, etc., as escolhas deverão ser orientadas pelos parâmetros de uso, não apenas pela função estética do piso.

Além disso, é válido lembrar que, conforme a função e o ambiente de aplicação, será preciso seguir diretrizes específicas. Para pisos para estabelecimentos assistenciais de saúde, por exemplo, há prescrições na RDC 50 da Anvisa.

Como vimos, os pisos monolíticos podem representar uma oportunidade de diversificação para sua empresa. Este tipo de piso está em alta e tem demanda para projetos em diferentes segmentos, visto seus diferenciais funcionais e estética versátil e qualificada.

E então, ficou mais claro para você o que são pisos monolíticos? Para mais dicas como essa, siga acompanhando nosso blog.

Entre para o time dos
melhores profissionais
da indústria da contrução civil
e mantenha-se sempre
informado sobre os maiores
avanços da sua profissão.