Como funciona a gestão de projetos na construção civil?

Antonio Neves
Escrito por
Antonio Neves
Publicado em
22/3/2021
Atualizado em
20/4/2021
Como funciona a gestão de projetos na construção civil?

Você já parou para pensar sobre como funciona a gestão de projetos aplicados à construção civil?

Projetos de construção civil são altamente estruturados, sejam referentes à construção de um shopping ou de uma residência unifamiliar. Eles possuem muitas partes, recursos e pessoas que devem ser coordenados com precisão em um curto espaço de tempo.

Assim como ocorre em qualquer outro projeto, a gestão de projetos aplicados à construção civil tem diversas fases, desde a concepção ao planejamento, passando pela programação e até a construção em si. Cada uma dessas fases é desafiadora o suficiente por si só, mas, em congruência com o projeto completo, se tornam exponencialmente mais complexas.

Continue a leitura do artigo de hoje e descubra mais sobre como a gestão de projetos aplicados à construção civil pode ser conduzida para lidar da melhor maneira com a complexidade e os desafios desse tipo de projeto.

Silicone hidrofugante para fachada base água hidrorrepelente silano siloxano concentrado
BlokSeal CC
Silicone Hidrofugante
CONHEçA AGORA
Infiltração em Fachadas: Um Guia Completo para Manutenção Predial
MATERIAL GRATUITO

Infiltração em Fachadas: Um Guia Completo para Manutenção Predial

baixe grátis

O que é gestão de projetos na construção civil?

De acordo com o Project Management Institute (PMI), o gerenciamento de projetos é “a arte de dirigir e coordenar recursos humanos e materiais ao longo da vida de um projeto, usando técnicas de gerenciamento modernas para atingir objetivos predeterminados de escopo, custo, tempo, qualidade, satisfação e participação".

Podemos estender a definição do PMI para a gestão de projetos aplicados à construção civil, em que se utiliza esse modelo para atingir o mesmo objetivo, apenas em um contexto de construção.

Em seu nível mais fundamental, então, podemos definir que o gerenciamento de projetos de construção civil lida com o planejamento, a coordenação e a execução de um projeto de construção, seja ele agrícola, residencial, comercial, institucional, industrial, etc.

Portanto, a gestão de projetos aplicados à construção civil demanda uma administração eficaz de uma série de recursos - incluindo os humanos, materiais e financeiros - e de esforços para se chegar ao resultado desejado: a conclusão da obra seguindo-se os parâmetros previamente definidos de prazo, custo, segurança e qualidade.

Dessa maneira, o gerenciamento de projetos de construção civil é um campo complexo, que requer conhecimento em muitas áreas diferentes, como finanças, mediação, direito, arquitetura, engenharia, negócios e muito mais.

Desafios da gestão de projetos aplicados à construção civil

Como qualquer projeto, o gerenciamento de projetos de construção civil contempla obstáculos a serem eliminados e desafios a serem vencidos. 

Um desafio comum são as mudanças ou aumentos de escopo, o que significa que o escopo está indo além do que foi planejado originalmente. Isso afeta o cronograma e o orçamento, portanto, quaisquer solicitações de alterações devem ser cuidadosamente consideradas para determinar se vale a pena implementá-las ou não.

Ter a equipe errada ou uma equipe que não está capacitada para o nível que o projeto exige é um problema também no gerenciamento de diversos projetos de construção. Por isso, é fundamental ter um bom recrutamento e seleção e treinamentos em todas as fases do trabalho.

Outro desafio considerável é o gerenciamento de riscos, que pode ser mais complexo nesse tipo de projeto do que em outros. Afinal, existem questões de segurança que precisam ser manejadas, normas a serem seguidas à risca e tudo isso pode impactar no andamento do projeto.

A comunicação deficiente é outro ponto que pode prejudicar o andamento dos projetos. Por isso, uma parte do trabalho da gestão de projetos aplicados à construção civil deve abranger o desenvolvimento de canais de comunicação eficientes e de encontros de alinhamento de informações com as partes interessadas.

Também deve-se lembrar de que um dos diferenciais desse tipo de projeto é a dinamicidade trazida pelo canteiro de obras, que se modifica constantemente de acordo com o estágio de produção e a evolução da construção. Isso torna o gerenciamento ainda mais complexo e, para fazê-lo da melhor maneira, cada vez mais os gestores de projetos de construção civil utilizam softwares específicos para essa finalidade.

Principais aspectos a se considerar na gestão de projetos aplicados à construção civil

O responsável por esse gerenciamento deve contemplar em seu planejamento:

  • O layout do canteiro de obras e a logística de movimentação de materiais;
  • A definição de equipamentos que tornem mais prático e ágil o transporte de insumos e a realização das tarefas;
  • A segurança dos trabalhadores e o mapeamento de áreas de riscos físicos, químicos e biológicos;
  • O desenho do fluxo de processos, de modo a minimizar tempos de espera e de paradas que impactem negativamente na produtividade;
  • A definição de um sistema de gestão de qualidade para padronização de processos e uniformização das entregas e da execução de tarefas;
  • Entre outros.

Princípios-chave da gestão de projetos aplicados à construção civil

A gestão de projetos aplicados à construção civil requer uma ampla variedade de habilidades, juntamente com a capacidade de interagir com um grande número de fornecedores, organizações e trabalhadores para conduzir o projeto com êxito do conceito à construção.

Para isso, há alguns princípios norteadores, incluindo:

Concepção e início do projeto

Primeiramente, vem a devida diligência para determinar se o projeto é viável. Como se descobre isso? O estudo de viabilidade é um passo fundamental. Nesse estágio, é importante considerar também questões ambientais, como a adequação do solo para a construção.

Se a conclusão for positiva, cria-se o chamado termo de abertura do projeto para dar início a ele. Nesta fase inicial, também é importante identificar possíveis problemas e riscos, antecipando-se a eles.

Definição e planejamento do projeto

Aqui, descrevem-se as tarefas dentro do cronograma, observando os marcos do projeto e os recursos necessários para execução dessas tarefas dentro do orçamento alocado.

É importante ser transparente nesse planejamento e em sua comunicação, para que todos estejam na mesma página e entendam o que precisa ser feito ao longo do ciclo de vida do projeto.

Isso inclui o detalhamento do custo, escopo, duração, qualidade e comunicações utilizadas no projeto. Aqui, comumente se define o restante da equipe para a execução do projeto.

Ainda, é recomendado fazer uma reunião de pré-construção para tratar de questões como horários e escalas de trabalho, armazenamento de materiais, controle de qualidade e acesso ao local.

Lançamento do projeto

Essa é a parte mais prática da gestão de projetos aplicados à construção civil, com a execução do projeto e de seu plano. Lida-se com as partes interessadas, faz-se ajustes necessários para o sucesso do projeto, a realocação de recursos, etc. Também há reuniões e apresentações sobre o andamento do projeto.

Acompanhamento do desempenho do projeto

O gestor de projetos não saberá se o projeto de construção realmente está performando adequadamente se não monitorá-lo. É importante observar o progresso e acompanhar indicadores-chave de desempenho - especialmente para custo, tempo e qualidade. Com isso, reduz-se o potencial de falhas, atrasos e desperdícios.

Ferramentas de gestão de projetos aplicados à construção civil

Assim como em uma obra se precisa das ferramentas certas para construir uma estrutura, na gestão de projetos aplicados à construção civil são necessárias ferramentas para tornar esse gerenciamento mais eficiente, seguro, prático e ágil.

Entre essas ferramentas, pode-se considerar:

  • Gráficos de Gantt: é um dos maiores facilitadores para este trabalho. O gráfico de Gantt oferece uma visão geral do projeto de construção e sobre as tarefas que foram deixadas para trás ou foram concluídas a tempo;
  • Linha de balanço: é um método bastante útil para tarefas repetidas. Ele pode fornecer uma ajuda notável no cumprimento de prazos e na atribuição de recursos de forma eficaz;
  • Método do caminho crítico: é uma das ferramentas de agendamento mais populares e ajuda muito na distribuição sistemática de recursos e no cálculo preciso de cronogramas. Em suma, um método de caminho crítico pode contribuir para a conclusão antecipada da obra ou, pelo menos, no prazo estipulado em seu cronograma.

Muitas dessas ferramentas estão presentes em sistemas voltados à gestão de projetos de construção civil, que trazem diversos recursos de automatização, monitoramento, delegação de tarefas, entre outras facilidades que contribuem consideravelmente para uma gestão de projetos aplicados à construção civil mais eficiente.

Para saber mais sobre tecnologias úteis nos projetos de construção civil, confira também nosso artigo que explica o que é a plataforma BIM.

Entre para o time dos
melhores profissionais
da indústria da contrução civil
e mantenha-se sempre
informado sobre os maiores
avanços da sua profissão.