Saiba Como Aplicar a NR 8 na Construção Civil!

Antonio Neves
Escrito por
Antonio Neves
Publicado em
4/1/2021
Atualizado em
20/4/2021
Saiba Como Aplicar a NR 8 na Construção Civil!

Saiba como aplicar a NR 8 na construção civil!

A NR 8 faz parte do conjunto das Normas Regulamentadoras de Segurança do Trabalho na construção e é sobre ela que vamos falar hoje. Assim como todas as outras NR’s, a NR 8 também deve ser cumprida uma vez que é obrigatório atender os requisitos estabelecidos por ela a fim de garantir um ambiente de trabalho seguro e salubre para os trabalhadores.

Sabemos, entretanto, que apesar de existirem normas que regulamentam as medidas de segurança em todos os tipos de ambientes de trabalho, ainda há muitos registros de acidentes de trabalho no Brasil, principalmente no setor da construção civil.

No artigo de hoje você aprenderá sobre os tópicos mais importantes abordados pela NR 8, pois se você atua no ramo da construção civil, precisa saber quais são as principais práticas que devem ser adotadas pelos empregadores para proporcionar segurança aos funcionários enquanto estão trabalhando nas edificações.

Este assunto é bastante importante para garantir selos de qualidade para as obras, pois de nada adianta uma construção bem executada se não há boas condições de trabalho para os colaboradores.

Edificações eficientes envolvem não só conhecimento técnico e experiência na execução, mas também funcionários com saúde que consigam trabalhar em locais adequados influenciam diretamente em todo o processo.

Portanto, não atender à NR 8 implica em acidentes graves, multas altíssimas e processos trabalhistas além do que, quem não quer trabalhar em um ambiente que possui boas condições de segurança?

Isso influencia diretamente na saúde e produtividade dos funcionários! Por isso, é tão importante cumprir as determinações da NR 8, ainda mais quando falamos em um setor que contribui significativamente para o desenvolvimento econômico do país e que emprega grande parcela da população!

Pensando na responsabilidade que é o cumprimento das NR’s pela construção civil, onde mais ocorrem acidentes de trabalho, vimos a necessidade de trazer hoje, neste artigo, os principais tópicos da NR 8, mas lembre-se de que é imprescindível conhecer todas as outras normas, pois elas se complementam e devem ser vistas em conjunto! Pronto para aprender? Então, faça uma boa leitura!

hidrofugante para pisos porosos
BlokSeal Pisos
Hidrofugante para Pisos Porosos
CONHEçA AGORA
Eflorescência: Saiba Tudo Sobre Essa Patologia
MATERIAL GRATUITO

Eflorescência: Saiba Tudo Sobre Essa Patologia

baixe grátis

Qual o objetivo da NR 8?

Assim como as outras NR 's da construção civil, a NR 8 foi criada em 1978 com o objetivo principal de garantir o máximo de salubridade e segurança para os ambientes de trabalho. As determinações estabelecidas pela NR 08 são obrigatórias e devem ser seguidas por qualquer empresa que possua empregados regidos pela CLT.

Assim, a NR 8 é uma norma que tem o objetivo de estabelecer os requisitos mínimos que, obrigatoriamente, devem ser observados nas edificações para que os trabalhadores tenham segurança e conforto.

Portanto, a norma define parâmetros que observam as condições de trabalho para que sejam seguras e confortáveis, mesmo em uma obra, onde é um ambiente que exige trabalho pesado e com altos riscos para os trabalhadores.

Garantir segurança durante a execução de obras nem sempre é tão simples e é por isso que a NR 8 existe: para estabelecer os requisitos necessários para tornar um ambiente mais adequado para o trabalho.

Por ser no canteiro da obra o local onde tendem a prevalecer os riscos e perigos por conta de maior quantidade de sujeira, máquinas, materiais e funcionários circulando pelo local, a NR 8 tem um papel fundamental para garantir a qualidade da segurança nas obras, protegendo os funcionários dos riscos à saúde.

Logo, podemos entender que a NR 8 visa assegurar a qualidade das condições de trabalho para todos que trabalham em canteiros de obras, independente da atividade que exercem.

Nos próximos tópicos, você conhecerá os principais pontos abordados e exigidos pela NR 8. Também, explicaremos alguns erros comuns cometidos nas edificações.

Quais são os principais requisitos estabelecidos pela norma para garantir segurança às edificações?

A NR 8 estabelece alguns requisitos referentes à altura do piso ao teto, circulação e proteção contra intempéries para garantir a qualidade da segurança durante o exercício das atividades dos trabalhadores nas edificações. É sobre esses requisitos que vamos falar agora!

Conheça, então, os principais pontos exigidos pela NR 8 para assegurar a saúde e conforto dos trabalhadores.

  • Altura do Piso ao teto: o primeiro requisito que a norma estabelece é referente à altura do piso ao teto, isto é, a altura mínima do pé-direito. De acordo com a NR 8, os locais de trabalho devem ter pé-direito de acordo com as posturas municipais, atendidas as condições de conforto, segurança e salubridade, estabelecidas na Portaria 3.214/78.
  • Circulação: em relação à circulação, a NR 8 determina que os pisos dos locais de trabalho não devem apresentar saliências nem depressões que prejudiquem a circulação de pessoas ou a movimentação de materiais. Assim, os pisos devem estar em perfeito estado de modo a proporcionar a circulação dos trabalhadores sem oferecer riscos de queda. Além disso, as aberturas nos pisos e nas paredes devem ser protegidas de forma que impeçam a queda de pessoas ou objetos, portanto, devem ser corretamente sinalizadas. Os pisos, escadas e rampas devem oferecer resistência suficiente para suportar as cargas móveis e fixas, para as quais a edificação se destina. Assim, devem ser construídos de modo que seu dimensionamento ofereça resistência e segurança aos trabalhadores e as cargas a que são submetidas. As rampas e escadas fixas devem ser construídas de acordo com as normas técnicas oficiais e mantidas em perfeito estado de conservação. Nos pisos, escadas, rampas, corredores e passagens dos locais de trabalho, onde houver perigo de escorregamento, deverão ser empregados materiais ou processos antiderrapantes, como fitas, tapetes ou pisos antiderrapantes. Os andares acima do solo devem dispor de proteção adequada contra quedas, de acordo com as normas técnicas e legislações municipais, atendidas às condições de segurança e conforto, como o guarda corpo.  
  • Proteção contra intempéries: aqui, a norma estabelece que as partes externas, bem como todas as que separem unidades autônomas de uma edificação, ainda que não acompanhem sua estrutura, devem, obrigatoriamente, observar as normas técnicas oficiais relativas à resistência ao fogo, isolamento térmico, isolamento e condicionamento acústico, resistência estrutural e impermeabilidade.

Os pisos e paredes dos locais de trabalho devem ser, sempre que necessário, impermeabilizados e protegidos contra a umidade, pois os ambientes úmidos favorecem o surgimento de manifestações patológicas que podem comprometer a saúde dos funcionários.

As coberturas dos locais de trabalho devem assegurar proteção contra chuvas e também as edificações devem ser projetadas e construídas de modo a evitar insolação excessiva ou falta de insolação.

Quais são os erros mais comuns quanto à segurança em edificações?

É possível verificar diversos erros quanto à segurança em edificações, podendo ser causados desde a falta de uso de EPI’s até o descaso com a importância da segurança nos ambientes de trabalho e saúde dos funcionários.

Dentre os erros mais comuns presentes nas edificações causados por falta de segurança, podemos citar: falta de comprometimento da equipe, segurança não inclusa no projeto de edificação, manutenção atrasada, falta de uso de EPI’ s, profissionais desqualificados e, por fim, a falta de investimento em uma boa análise de riscos.

Por isso, é importante se atentar em cada detalhe que pode influenciar na segurança do ambiente de trabalho, pois quando se trata de saúde do trabalhador, a atenção deve ser redobrada e priorizada, pois é inevitável que interfira no resultado final da obra!

Conclusão

Hoje, vimos sobre mais uma NR que trata sobre as questões de segurança do trabalho na construção civil. Por ser um setor com altos índices de acidentes de trabalho, é importante implementá-la o quanto antes para não sofrer com prejuízos desnecessários.

Infelizmente, é ainda muito comum vermos obras que não atendem às Normas Regulamentadoras, mas a segurança é um investimento que traz grandes retornos, pois além da produção ser muito mais eficiente, evita transtornos dispensáveis.

Se você quiser saber mais sobre as NR’s e NBR’s, acesse nosso blog pois, com certeza, você encontrará informações úteis para o seu dia a dia de trabalho! E, não esqueça de contar com a Blok para garantir uma excelente impermeabilização para suas obras, assegurando qualidade e segurança em todos os sentidos!

Entre para o time dos
melhores profissionais
da indústria da contrução civil
e mantenha-se sempre
informado sobre os maiores
avanços da sua profissão.