Tijolo refratário: Saiba tudo sobre esse tipo de tijolo e como usar!

Antonio Neves
Escrito por
Antonio Neves
Publicado em
6/12/2021
Atualizado em
8/12/2021
Tijolo refratário: Saiba tudo sobre esse tipo de tijolo e como usar!

Você já ouviu falar em tijolos refratários? Caso a sua resposta seja não, fique tranquilo, pois trago este artigo hoje para descomplicar tudo que esse assunto abrange.

Se você já conhece esse tipo de tijolo, sabe que ele é ideal para ser utilizado em construções de estruturas que estão constantemente expostas ao calor, pois apresentam grande resistência a temperaturas elevadas, não é?

Mas será que sabe todas as características desse tijolo? Se chegou até aqui, tenho certeza que tem interesse em aprender e entender mais sobre os tijolos refratários uma vez que são peças importantes para qualquer obra que exija essas características.

Se você quer saber sobre os principais tipos de tijolos que existem e para que servem cada um deles, acesse nosso blog, pois lá é possível você entender tudo sobre os mais variados tipos de tijolos disponíveis no mercado e que podem ser utilizados em obras.

Mas, se você tem interesse em saber sobre os tijolos refratários, este artigo é para isso. Aqui, vai ser possível entender as seguintes informações relevantes sobre esse assunto: o que é um tijolo refratário, para que serve, quais são suas vantagens, desvantagens, onde utilizá-lo e como aplicá-lo.

São muitas informações relevantes sobre o assunto que vão fazer a diferença para garantir mais qualidade para a sua obra. Então, continue comigo para ter acesso a todo esse conteúdo!

Silicone hidrofugante para fachada base água hidrorrepelente silano siloxano concentrado
BlokSeal CC
Silicone Hidrofugante
CONHEçA AGORA
Eflorescência: Saiba Tudo Sobre Essa Patologia
MATERIAL GRATUITO

Eflorescência: Saiba Tudo Sobre Essa Patologia

baixe grátis

O que é um tijolo refratário?

Antes de começarmos de fato, vamos entender o que é um tijolo refratário. O tijolo refratário consiste em um tijolo que é constituído de materiais específicos que o torna altamente resistente a altas temperaturas e a outros agentes externos que possam danificar a obra.

Para garantir essa característica, ele é feito com tipos de cerâmica mais porosos que são mais resistentes à transferência de calor, sendo ideal para locais como fornos e churrasqueiras.

É chamado de “refratário” por conta dos materiais que são utilizados na sua composição que apresentam a característica de suportar altas temperaturas sem sofrer quaisquer alterações nas suas propriedades físico-químicas.

Os tijolos refratários, diferentemente dos tijolos comuns que podem degradar a sua estrutura quando expostos a altas temperaturas, possuem composição química que os fazem apresentar cor e condutividade térmica distintas dos tijolos comuns

Os refratários são compostos por argila contendo principalmente alumina e sílica, que são elementos capazes de suportar altas temperaturas. A quantidade desses dois elementos varia conforme a temperatura que deverá ser capaz de suportar e também influencia na sua tonalidade e preço.

Para que um tijolo seja considerado refratário, não basta resistir ao calor. Ele deve atender aos padrões estabelecidos pela NBR 8826, que diz respeito aos materiais refratários, caracterizando-os como produtos naturais ou artificiais, geralmente não metálicos, mas, não excluídos os que contenham constituintes metálicos, capazes de suportar temperaturas elevadas sem se deformarem acentuadamente e em condições específicas de utilização.

A NBR estabelece o ensaio que determina se o material pode ser considerado refratário ou não. Dê uma olhada na norma técnica para entender mais detalhes sobre os métodos utilizados para classificar um material como refratário.

Para que serve um tijolo refratário?

Por conta da característica própria dos tijolos refratários de resistirem a altas temperaturas, eles servem para serem utilizados em construções de estruturas que estão constantemente expostas ao calor, como fornos e churrasqueiras.

Assim, utilizando-os nestes locais, é possível ter uma estrutura resistente e que não se degrada facilmente ao longo do seu uso.

Basicamente, os tijolos refratários existem para serem utilizados dessa forma. Por isso, é importante contar com a ajuda de profissionais para identificar os locais que deverão ser construídos com esse tipo de tijolo e também verificar a quantidade que será necessária.

Porém, há arquitetos que gostam de utilizar tijolos refratários aparentes para construir e revestir superfícies, utilizando seu efeito estético diferenciado. Mas, ainda, sua função técnica é predominante quando falamos em finalidades de uso dos tijolos refratários nas construções.

Quais são suas vantagens?

Para entendermos mais sobre os tijolos refratários, você precisa conhecer quais são suas vantagens e desvantagens para saber se é o tijolo adequado para o que precisa. Vamos começar pelas vantagens, que são:

  • Resistência a altas temperaturas: os tijolos refratários não só resistem a temperaturas elevadas como também às suas oscilações.
  • Isolamento térmico e acústico: são melhores nos tijolos refratários do que em tijolos comuns.
  • Umidade: são mais resistentes à propagação de umidade que outros tipos de tijolos.
  • Design: proporcionam um efeito estético interessante, sendo uma opção bastante utilizada por arquitetos em seus projetos.
  • Bom custo benefício: tanto o custo dos tijolos refratários como das argamassas próprias para a sua instalação não apresentam preços muito elevados.
  • Resistência mecânica: apresentam boa resistência mecânica.

Essas são algumas de suas vantagens. Claro que todo material também apresenta desvantagens. Vamos conhecê-las no próximo tópico.

E desvantagens?

Agora que você já entendeu as principais vantagens de se utilizar tijolos refratários, precisa também conhecer quais são as desvantagens que eles podem oferecer. Por isso, veja essa relação:

  • Baixa resistência à compressão: por conta disso, não devem ser utilizados para construção de paredes estruturais.
  • Necessidade de utilizar tijolos tradicionais juntamente com os refratários para poder finalizar o projeto.
  • Não permite a utilização de revestimentos sobre os tijolos.
  • Não permite que sua utilização seja feita em locais onde passam encanamentos de água e eletricidade.

Conhecendo as vantagens e desvantagens que os tijolos refratários apresentam, você tem informação suficiente para avaliar se é uma boa opção para a sua obra e se atende às suas necessidades.  

Onde usar tijolo refratário?

Como já disse, os tijolos refratários devem ser utilizados em locais onde há grande exposição do material a altas temperaturas. Mas, podemos elencar alguns locais onde eles são comumente utilizados, como: churrasqueiras residenciais, lareiras residenciais, fornos industriais metalúrgicos, fornos para construção civil, fornos especiais (para indústria de vidro, fornos de calcinação de minérios, incineradores hospitalares, usinas de asfalto e outros).

Os tijolos refratários são muito versáteis e, se utilizados, para essas finalidades, exercem seu papel com muita eficácia, oferecendo resistência e durabilidade para toda a obra. Portanto, basta estudar o projeto para saber onde melhor utilizá-lo, certo? Contar com ajuda profissional e consultar as NBR’s sobre o assunto é fundamental.

Como assentar o tijolo refratário?

A assentamento de tijolos refratários exige alguns cuidados específicos uma vez que os materiais de construção tradicionais não são capazes de suportar altas temperaturas. As juntas entre as peças são afetadas diretamente quando em contato com fontes de calor, o que pode interferir na estabilidade de toda a estrutura.

Portanto, o uso de argamassas específicas é essencial neste caso para que possam resistir ao calor.

O primeiro passo é preparar a argamassa que deve acontecer em recipiente limpo e seco. Depois, a água deve ser adicionada lentamente e a massa deve ser misturada. Quando apresentar aspecto homogêneo, a mistura deve descansar por dez minutos e, após, pode ser utilizada em até duas horas com o uso de uma desempenadeira dentada.

Para fazer a aplicação dos tijolos refratários, é importante garantir que as juntas tenham largura menor que 0,5 mm. Os tijolos devem ser pressionados sobre os cordões de argamassa e o nivelamento deve ser feito com o uso de martelo de borracha. Em seguida, o excesso de argamassa das juntas deve ser retirado e a superfície do tijolo limpa com pano umedecido.

O processo de aplicação é simples mesmo, mas isso não dispensa uma mão de obra profissional, ok?

Conclusão

Viu só como os tijolos refratários podem ser a solução ideal para construir a churrasqueira ou lareira da sua casa? Eles são um tipo de tijolo que apresenta diversos benefícios se utilizados para finalidades específicas que explicamos neste artigo.

Não deixe de conversar com a equipe da Blok para conhecer as soluções que temos para a sua obra. Garanto que não vai se arrepender de utilizar nossos produtos. E, leia também outros artigos disponíveis no nosso blog para entender mais sobre diversos aspectos da construção civil. Até a próxima!

Entre para o time dos
melhores profissionais
da indústria da contrução civil
e mantenha-se sempre
informado sobre os maiores
avanços da sua profissão.