7 dicas para limpeza de fachada em condomínios

Antonio Neves
Escrito por
Antonio Neves
Publicado em
25/2/2021
Atualizado em
20/4/2021
7 dicas para limpeza de fachada em condomínios

Prédios limpos causam uma ótima primeira impressão, não é? No entanto, uma das partes mais negligenciadas de um edifício é a fachada. E uma boa limpeza de fachada possui um grande valor – tanto para causar uma boa impressão quanto para a proteção do patrimônio.

Fachadas sujas ou mal conservadas são uma bandeira vermelha que pode afastar as pessoas – sejam interessados em morar em um condomínio residencial ou potenciais clientes em um prédio comercial. Portanto, certificar-se de que as fachadas de seus edifícios sejam limpas regularmente é fundamental.

Porém, surgem várias questões sobre o assunto: quando você deve limpar sua fachada? Como fazer uma limpeza de fachada eficiente? E com que frequência é preciso fazê-lo?

Neste artigo vamos conferir algumas dicas de limpeza de fachada em condomínios para que você possa otimizar esse processo. Acompanhe!

Silicone hidrofugante para fachada base água hidrorrepelente silano siloxano concentrado
BlokSeal CC
Silicone Hidrofugante
CONHEçA AGORA
Eflorescência: Saiba Tudo Sobre Essa Patologia
MATERIAL GRATUITO

Eflorescência: Saiba Tudo Sobre Essa Patologia

baixe grátis

O que é limpeza de fachada?

A fachada geralmente se refere à parte frontal do prédio, onde a entrada está localizada. Alguns dos materiais mais populares usados para construir fachadas incluem vidro, pedra e madeira – embora algumas propriedades possam apresentar fachadas feitas de metais, como aço inoxidável ou alumínio.

Já a limpeza de fachada refere-se ao processo de garantir que o exterior de um edifício esteja livre de qualquer sujeira, fuligem, manchas e poluentes.

Existem várias razões pelas quais a fachada de um edifício pode parecer suja: impacto do clima, pássaros, poluentes no ar, ação dos moradores, entre várias outras. Esta combinação pode fazer com que a cor da fachada desbote, impactando na aparência geral do edifício.

A forma como uma fachada é limpa dependerá do material de que é feita. Os equipamentos e soluções utilizados serão específicos para o tipo de material de forma a garantir que não ocorram danos durante o processo de limpeza. Além disso, a localização e a função do edifício também podem determinar exatamente como a fachada é limpa.

Por que a fachada de um prédio deve ser limpa?

Quando falamos sobre limpeza da fachada, a questão da estética é o primeiro pensamento que vem à mente. Afinal, um prédio limpo simplesmente parece melhor do que um prédio sujo – oferecendo uma perspectiva imobiliária mais atraente para o público.

Entretanto, é possível aprofundar essa análise. Estruturas que abrigam atividades comerciais – como lojas, shoppings, teatros ou prédios comerciais – geralmente precisam de um grau mais alto de limpeza para causar uma boa impressão no público. Trata-se de uma relação direta com os resultados financeiros das atividades desenvolvidas.

Por outro lado, edifícios que abrigam atividades menos públicas ou condomínios residenciais requerem um cuidado menor com a limpeza, mas também possuem suas próprias motivações.

Indo além da questão estética da limpeza de fachada, também precisamos considerar a conservação do condomínio. É quase impossível avaliar o estado de um substrato de alvenaria, por exemplo, quando a fachada está coberta de sujeira, fuligem e / ou um revestimento. A fim de determinar as áreas que precisam ser remendadas, reparadas ou novamente seladas – ou, em alguns casos, até mesmo para identificar corretamente o substrato – a fachada deve ser limpa de todos e quaisquer elementos que impeçam sua avaliação adequada.

Ainda outra motivação chave por trás da limpeza de fachada é o esforço para remover poluentes prejudiciais, como enxofre e óxidos de nitrogênio, e outros poluentes de chuva ácida, da fachada. Afinal, esses poluentes podem acelerar a deterioração das fachadas.

Com que frequência é preciso limpar a fachada?

Vários fatores determinam a frequência da limpeza de fachada em um condomínio:

  • Propósito de construção
  • Localização
  • Paisagismo
  • Clima
  • Tipo de negócio desenvolvido (para prédios comerciais)
  • Despesas
  • Estilo de construção

Ou seja, são muitos os aspectos que devem ser considerados nessa análise. Um shopping center localizado em área de alta poluição certamente deve ser limpo com uma frequência maior do que um condomínio residencial em uma área de baixa poluição.

7 dicas para limpeza de fachada em condomínios

1. Conheça os danos da sujeira para a fachada

Conforme já destacamos, a limpeza de fachada não é importante apenas por uma questão estética. Na verdade, a sujeira pode ser grande responsável pela degradação da construção.

A umidade é a principal causa da degradação da alvenaria. Quando a umidade é combinada com sais solúveis de águas pluviais poluídas ou com gases atmosféricos, a decomposição é acelerada. Quando o sal solúvel se dissolve na água, ele viaja profundamente no substrato de alvenaria através de poros ou rachaduras. Uma vez que a umidade evapora, o sal recristaliza, exercendo pressões tremendas que quebram a alvenaria por dentro.

Além disso, gases atmosféricos como dióxido de carbono, dióxido de enxofre e óxidos de nitrogênio reagem com superfícies úmidas e sujas para formar líquidos corrosivos, como ácido carbônico, ácido sulfúrico e ácido nítrico. Esses líquidos reagem com vários elementos na alvenaria e podem resultar na formação de crostas superficiais endurecidas e na dissolução de ligantes de cimentação solúveis em ácido que mantêm a alvenaria unida. A formação dessas crostas superficiais densas e a remoção dos ligantes solúveis em ácido, se persistirem, são processos de deterioração progressiva.

Por último, a limpeza da fachada abre os poros de um edifício e permite a transpiração normal de umidade. A umidade retida em uma parede de alvenaria, por exemplo, permanecerá ali se um revestimento impermeabilizante impedir sua saída. Neste caso, como a umidade é a principal causa da deterioração da alvenaria, a limpeza abrangente da fachada para incluir a remoção do revestimento impermeabilizante pode ser o componente chave do esforço do profissional de design para restaurar o edifício.

2. Promova a proteção do pessoal

É importante que os profissionais responsáveis pela limpeza de fachada adotem os procedimentos de segurança necessário para um trabalho seguro. Isso inclui uso de equipamentos de segurança, manipulação correta de produtos químicos e evitar o contato com a sujeira – que pode incluir excrementos de pássaros e outras substâncias que podem causar doenças e outros danos para a saúde.

3. Tome cuidado para não danificar a construção

Na proteção contra danos ao edifício durante a limpeza da fachada, é importante contar com uma descrição detalhada e um bom planeamento dos materiais propostos e métodos de proteção para prevenir danos ou deterioração causados pelo trabalho de limpeza para todos os elementos de construção, materiais e acabamentos.

Para proteger as superfícies do edifício que não devem ser limpas, é preciso usar materiais de proteção especificados – garantindo que superfícies de vidro, metal, madeira e / ou pintadas não sejam afetadas durante a limpeza da alvenaria, por exemplo.

Além disso, todas as janelas e portas e outras aberturas existentes devem ser temporariamente seladas para evitar a entrada de líquidos e partículas.

Outra forma de aumentar a segurança é a execução de uma limpeza de teste de uma parte da fachada. Dessa forma, é possível avaliar se o esforço de limpeza terá os resultados desejados e garantir que o método escolhido não danifique a fachada.

Antes do teste de limpeza, deve-se ter certeza de que outras atividades que possam afetar o trabalho de limpeza estejam totalmente concluídas. A limpeza não deve começar até que todos os outros trabalhos tenham terminado.

Por fim, o cuidado com a condição climática também é essencial na proteção contra danos ao prédio durante a limpeza de fachada. Se estiver muito frio, os produtos de limpeza líquidos e a água congelarão em camadas de gelo. Por outro lado, se estiver muito quente, o tempo de secagem de um produto químico pode acelerar, então ele pode não ter tempo para funcionar como deveria e pode não ser lavado corretamente. Além disso, o vento pode causar problemas adicionais com vapor e pulverização excessiva.

4. Proteja o entorno do condomínio

Para proteger o local durante a limpeza da fachada, é preciso que exista um planejamento para conter poeira, líquidos, pulverização excessiva e detritos que poderiam causar danos às propriedades adjacentes e ao público.

Proteção temporária, como barreiras, cercas, redes ou outra, conforme necessário, deve ser fornecida e erguida para evitar essas situações. Uma vez que o trabalho das operações de limpeza tenha terminado, toda a proteção temporária deve ser removida.

Além disso, também é recomendado garantir o mínimo de interferência na rua e em outras instalações adjacentes. Por exemplo, o fluxo de água das operações de imersão e limpeza deve ser monitorado continuamente para evitar danos ao edifício e áreas adjacentes. Vias de tráfego de compensado podem ser necessárias para todas as superfícies, como telhados ou terraços, em que os profissionais circularão durante a limpeza. O compensado deve estar livre de lascas, fechos e quaisquer outras irregularidades que possam danificar a superfície existente.

5. Cuide do meio ambiente

Outro ponto importante é planejar com antecedência todas as precauções necessárias para evitar que materiais perigosos entrem no meio ambiente. Todos os meios necessários devem ser utilizados para evitar que água contaminada, produtos químicos e partículas abrasivas fluam para os ralos ou entrem nas entradas e saídas de ar. Além disso, os sistemas de proteção e coleta de lixo devem estar implantados antes do início da limpeza geral.

6. Informe-se sobre a legislação

Em algumas cidades, a limpeza e manutenção da fachada dos prédios são alvo da legislação municipal. Ou seja, é preciso conhecer as leis que regulam essa atividade para seguir as exigências – que podem incluir horários adequados, tempo de manutenção, produtos usados, entre outros aspectos.

Por exemplo, na cidade de São Paulo o tempo máximo entre uma manutenção e outra é de 5 anos. Com a quantidade de prédios existentes, o objetivo dessa norma é manter a estética da cidade e garantir a segurança dos pedestres. Afinal, o desprendimento de pastilhas e revestimentos cerâmicos na área externa podem resultar em algum acidente.

7. Conheça os principais métodos de limpeza de fachada

Basicamente, todos os projetos de limpeza de fachada se enquadram em uma das quatro categorias: química, não química, abrasiva e aqueles que podem exigir uma combinação desses métodos. Por exemplo, embora um projeto de limpeza de fachadas de alvenaria pode ter sucesso parcial com um procedimento não químico de imersão em água para remover a sujeira e removê-la, pode ser necessário complementar este método com um agente de limpeza (químico) apropriado para tratar áreas de manchas pesadas.

Por isso, é importante conhecer as suas alternativas para encontrar o melhor método de limpeza de fachada para o seu condomínio. Vamos ver as principais informações sobre cada um dos métodos:

Métodos de limpeza com água

Os métodos de limpeza com água incluem um processo de emersão em água e aplicação de jatos lentos e constantes de água. Dessa forma, é possível remover a sujeira e lavá-la – um método muito eficaz quando a sujeira fica inchada e macia.

Para cada projeto de limpeza de fachada com água, é preciso definir:

a) duração da imersão (em horas);

b) número de galões de água por minuto por bico;

c) espaçamento do bocal.

Este método é muito eficaz em pedra, especialmente calcário e tijolo esmaltado. No entanto, existem possíveis limitações relacionadas a este procedimento – como acontece com qualquer procedimento – que devem ser levadas em consideração:

  • A exposição prolongada resulta na oxidação dos componentes naturais da alvenaria e transporta sais prejudiciais profundamente para a alvenaria
  • A alvenaria saturada leva várias semanas para secar
  • A cascata contínua de água resulta em erosão
  • Existe a possibilidade de que as superfícies internas, móveis e equipamentos sejam danificados
  • O escoamento da água deve ser controlado

Outra alternativa utilizando a água é a lavagem de alta pressão. Este procedimento é eficaz em pedra, alvenaria e concreto para a remoção de manchas atmosféricas e orgânicas leves a moderadas. Este método utilizando água aquecida pode ser eficaz para a remoção de manchas de graxa e óleo.

A lavagem de alta pressão deve ser executada com cuidado aos seguintes parâmetros:

  1. classificação de pressão;
  2. vazão de água;
  3. ponta de pulverização (tipo e tamanho);
  4. distância do substrato.

As limitações associadas a este procedimento são as seguintes:

  • A lavagem com pressão por si só não removerá manchas graves
  • Altas pressões são abrasivas e podem remover parcialmente argamassa e pedra de corrosão
  • Pode ocorrer oxidação da alvenaria
  • A alvenaria saturada leva várias semanas para secar
  • A água pode passar por pequenas aberturas e causar decomposição prematura
  • O escoamento da água deve ser controlado
  • Este método não substitui o trabalho manual
  • Este método não deve ser usado para aplicar produtos de limpeza químicos, pois os produtos químicos serão cravados profundamente na alvenaria.

Métodos de limpeza química

Fabricados por empresas para eliminar as “resistentes” manchas de fachadas, os produtos de limpeza química atuam dissolvendo as manchas, permitindo que sejam enxaguadas. Geralmente, os produtos de limpeza químicos se enquadram em uma das quatro categorias: produtos de limpeza ácidos, produtos de limpeza alcalinos, solventes orgânicos e detergentes especiais sem enxaguamento.

A lista de produtos de limpeza químicos comerciais disponíveis para diferentes tipos de superfícies de fachadas é longa e variada: alguns são projetados para remover eflorescências e manchas de sal. Outros são usados principalmente para remover o excesso de argamassa, manchas de argamassa e sujeira. Outros ainda são mais adequados para uso em tijolos que podem ter alto conteúdo metálico.

Produtos químicos são numerosos e projetados para resolver uma variedade de problemas de limpeza – como limpadores de restauração projetados para combater alvenaria extremamente suja e fortemente carbonizada, normalmente encontrada em grandes cidades ou áreas de alta poluição.

Entretanto, como estamos falando sobre produtos químicos, o manuseio e armazenamento, limpeza, descarte e informações de segurança merecem uma atenção especial e devem ser revisados com antecedência.

Métodos de limpeza abrasivos

Dos vários métodos para limpar pedra, alvenaria e concreto, a limpeza abrasiva é a única que é projetada para remover completamente a parte externa do substrato sobre a qual a mancha se assenta, em vez de simplesmente dissolver e lavar a mancha. Por esta razão, a limpeza abrasiva geralmente não é recomendada para projetos de limpeza restauradora de fachadas.

Jateamento abrasivo, discos de lixa, cintas de lixa e jato de areia úmido (jateamento abrasivo combinado com lavagem de alta pressão) se enquadram na categoria de limpeza abrasiva. Novos métodos, usando grãos muito pequenos (20 a 100 mícrons) e contenção da área de limpeza, estão disponíveis e são muito menos intrusivos para o substrato. Embora os métodos de limpeza abrasivos sejam eficazes na remoção de uma variedade de manchas superficiais, as limitações associadas às várias técnicas são numerosas:

  • A remoção da superfície de alvenaria expõe um substrato mais macio a uma deterioração mais rápida
  • Técnicas de limpeza abrasivas são ineficazes na remoção de manchas subterrâneas
  • A quantidade significativa de poeira criada por técnicas abrasivas dificulta o monitoramento do progresso
  • O pó de sílica transportado pelo ar apresenta riscos à segurança
  • A limpeza abrasiva abre a área de superfície do substrato tratado para corrosão atmosférica, absorção de água e outros processos de decomposição.
  • O jateamento pode aumentar a necessidade de refechamento

Você gostou das dicas para limpeza de fachada em condomínios? Ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Deixe o seu comentário!

Entre para o time dos
melhores profissionais
da indústria da contrução civil
e mantenha-se sempre
informado sobre os maiores
avanços da sua profissão.